Generic selectors
Pesquisa exacta
Pesquisar em título
Pesquisar em conteúdo
Pesquisar em artigos
Pesquisar nas páginas
Filtrar por Categorias
Eventos
Festividades
Institucional
Judaísmo
Ligações
Personalidades
Visitas Guiadas

Seder Rosh haShaná – Uma Antiga Tradição Portuguesa

  |   Festividades, Judaísmo

Um seder é um jantar com uma ordem de comidas simbólicas. Os rabinos antigos criaram um seder para marcar o primeiro mês do calendário judaico e o início do ano litúrgico judeu, Pesach. Os judeus em Espanha e Portugal, na idade média, marcaram também o início de um ano novo com um seder. O seder tem lugar depois da escuridão, na primeira noite de Rosh ha Shaná.

O Seder começa com o Kiddush de Rosh ha Shaná. Usa-se a mesma melodia para o kidush das Três Festas Pesach, Shavuot e Sukot. Comemos challá redonda com mel em vez de sal.

Barúch atá adonái, elohénu mélech ha-olám, boré pri hagáfen.

Bendito sejas Tu, o Eterno, nosso Deus, Rei do Universo, que crias o fruto da videira.

(No Shabát incluímos as palavras em parênteses. O texto seguinte é de acordo com a tradição asquenazita, comum nas sinagogas progressistas):

Barúch atá adonái, elohénu mélech ha-olám, ashér bachár bánu mikól am, veromemánu mikól lashón, vekidshánu bemitzvotáv. Vatitén lánu, adonái elohénu beahavá et iom (hashabát hasé veét iom) hasikarón hasé, iom (sikarón) teruá (beahavá) mikrá kodésch, sécher litziát mitzráim. Ki bánu bachárta, veotánu kidáshta mikól ha-amím, udvarchá emét vekaiám la-ád. Baruch atá adonaí, mélech al kol ha-áretz, mekadésh (hashabát we) Israel, veióm hasikarón.

Bendito sejas Tu, o Eterno, nosso Deus, Rei do Universo, que nos escolheste entre todos os povos, elevaste-nos acima de todas as línguas e nos santificaste com Teus mandamentos.  Adonai nosso Deus, Tu nos outorgaste com amor este dia (de Shabat e este dia) da recordação, Iom há Sikarón, Dia do toque do Shofar, de convocação santa (com amor), em comemoração do Êxodo do Egipto. Porque Tu nos escolheste e nos santificaste entre todos os povos e Tua palavra é verdadeira e permanece eterna. Bendito sejas Tu, o Eterno, Rei sobre toda a Terra, que santificas (o Shabat), Israel e o Dia da Recordação.

Barúch attá adonái, elohénu mélech ha‘olám, shehecheiánu vekie-mánu vehigi-ánu lasmán hasé.

Bendito sejas Tu, o Eterno, nosso Deus, Rei do Universo, que nos conservaste em vida e nos amparaste e nos trouxeste até ao dia de hoje.

Barúch atá adonái, elohénu mélech ha‘olám, hamotzí lechém min há-arétz.

Bendito sejas Tu, o Eterno, nosso Deus, Rei do Universo, que extrai o pão da terra.

Ao comer maçã mergulhada no mel, rezamos:

Iehí ratzón milfanécha, adonái elohénu, velohé avoténu, shetechadésh alénu shaná tová umetuká.

Que seja Sua vontade, o Eterno, o nosso Deus e Deus de nossos patriarcas e matriarcas, de renovar para nós um ano novo doce.

Iehí ratzón milfanécha, adonái elohénu, velohé avoténu, shetechadésh alénu shaná tová umetuká.

Que seja Sua vontade, o Eterno, o nosso Deus e Deus de nossos patriarcas e matriarcas, de renovar para nós um ano novo doce.

Ao comer romã, rezamos:

Iehí ratzón milfanécha, adonái elohénu, velohé avoténu, sheirbú sechuioténu kerimón.

Que seja Sua vontade, o Eterno, o nosso Deus e Deus de nossos patriarcas e matriarcas, de tornar os nossos méritos tantos como sementes da romã.

Comem-se caroços de romã. Pode também comer-se abóbora ou tâmara, ou outras comidas redondas com muitas sementes.

Ao comer cenouras, rezamos:

Iehí ratzón milfanécha, adonái elohénu, velohé avoténu shetikrá ró-a gesár dinénu.

Que seja Sua vontade, o Eterno, o nosso Deus e Deus de nossos patriarcas e matriarcas, de rasgar a dureza do nosso decreto de julgamento.

Barúch atá adonái, elohénu mélech ha’olám, boré pri hadamá.

Bendito sejas Tu, o Eterno, nosso Deus, Rei do Universo, que criou o fruto da terra.

Comem-se rodelas de cenoura. A forma redonda das rodelas lembra as moedas. Desejamos ter os meios para viver no próximo ano. Podem-se também comer outras frutas redondas da terra, por exemplo beterrabas ou alho-porro.

Ao comer peixe (originalmente a cabeça de um peixe), rezamos:

Iehí ratzón milfanécha, adonái elohénu, velohé avoténu shenihié lerósh veló lesanáv.

Que seja sua vontade, o Eterno, o nosso Deus e Deus de nossos patriarcas e matriarcas, que sejamos a cabeça e não a cauda, que olhamos em frente e não para trás.

Barúch atá adonái, elohénu mélech ha’olám, shehakól nihjé bidvaró.

Bendito sejas Tu, o Eterno, nosso Deus, Rei do Universo, pois todas as coisas existem por meio da Sua palavra.

Come-se peixe.

Depois segue-se o jantar.

Annette Boeckler
Dr.ª Annette Mirjam Böckler é professora de Liturgia Judaica e Bíblica na Universidade Leo Baeck, em Londres, onde é também Bibliotecária. Escritora e tradutora em matérias Judaicas (sendo a tradutora do Seder haTefillot - o primeiro livro de Orações liberal após o Shoah na Alemanha), tem desenvolvido a tradução da edição alemã dos comentários da Torah de W. Gunther Plaut.