Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages
Filter by Categories
Acontecimentos
Actividades
Divulgação
English
Eventos
Festividades
História
Institucional
Judaísmo
Personalidades
Português

Judaísmo Progressista

  |   Institucional, Judaísmo, Português

Judaísmo - Nosso Caminho

A religião de Israel é uma norma de vida e significa para o judeu tomar uma atitude positiva para com a vida e o mundo, pois percebe neles um plano e uma finalidade. Confia no Criador e aceita a Sua obra.

O judeu, porém, não fecha seus olhos ao mal, nem ao sofrimento no mundo que ele tem experimentado, por sua vez, no seu próprio corpo. Apesar disso, persiste na confiança depositada no Senhor – esta é a religiosidade judaica, sua felicidade, sua força, sua riqueza.

Daí, ser religioso significa, para o judeu, ser profundamente convicto do valor da vida e de que Deus nos confiou, em nossa própria vida, o instrumento com que podemos formar o mundo conforme Suas intenções e levá-lo à perfeição planeada, aos dias messiânicos.

Os ensinamentos da doutrina judaica estão baseados sobre três pilares:

Deus, Torá, Povo.

Destacamos, por isso, três grupos de ordenações para as práticas do judeu.

primeiro grupo tem por alvo firmar e fortificar a nossa confiança no Criador e Seu mundo. É considerado um feito podermos sempre nova e conscientemente formular, em nós mesmos, e diante de outros, o pronunciamento: “Confio n’ Ele!” Isto não é um dogma, é muito mais, é a resolução concretizada de entregar a Ele a nossa vida e existência.

segundo grupo abrange todas as ordenações que exigem que nós mesmos nos batamos em prol do bem e lutemos contra o mal, a fim de que haja a felicidade de uma confiança recíproca entre nós e o mundo. São ordenações que exigem de nós a luta contra o mal, fazendo sair vitorioso o princípio do bem. Esta luta deve ser travada em todos os sectores: em nós mesmos, na sociedade humana e nas arenas universais.

terceiro grupo visa a manutenção do judaísmo do qual o Criador se tem servido e se está servindo para comunicar o Seu plano aos seres humanos e para conservar neles a vontade de ser instrumento de Seu plano. Por isso, nos é ordenado cultivar e sempre reavivar tudo quanto servir para a manutenção do judaísmo: cultura, povo e terra.

Estes três grupos formam o “programa” para o judeu, que dará significado e finalidade à sua vida como ser humano, filho do seu povo, como criatura de Deus.

O judaísmo é baseado em textos. Mas cada texto pode ser interpretado de várias maneiras, em diferentes momentos, por pessoas diferentes. Portanto, o Judaísmo nunca foi uma unidade simples, mas é o nome geral para uma grande variedade de ritos e formas, tudo baseado nos três princípios Deus, Torá, e Povo. A Sinagoga Ohel Jacob segue as interpretações do Judaísmo Progressista.

 

Continuar a Ler

Foto Oliver Minzloff © Cortesia Dr. Annette Boeckler
Annette Boeckler
Dr.ª Annette Mirjam Böckler é professora de Liturgia Judaica e Bíblica na Universidade Leo Baeck, em Londres, onde é também Bibliotecária. Escritora e tradutora em matérias Judaicas (sendo a tradutora do Seder haTefillot - o primeiro livro de Orações liberal após o Shoah na Alemanha), tem desenvolvido a tradução da edição alemã dos comentários da Torah de W. Gunther Plaut.