Generic selectors
Pesquisa exacta
Pesquisar em título
Pesquisar em conteúdo
Pesquisar em artigos
Pesquisar nas páginas
Filtrar por Categorias
Eventos
Festividades
Institucional
Judaísmo
Ligações
Personalidades

Blog

A Sinagoga Ohel Jacob de Portugal

  |  

Na última vez que fui em Portugal, tive a oportunidade de passar um Kabalat Shabat muito especial na comunidade Ohel Jacob. Não tinha ideia no que encontraria lá, pois me ensinaram que existia somente uma sinagoga em Lisboa e para minha surpresa descobri essa pequena e especial sinagoga que fica meio escondida no 4.º andar de um pequeno prédio no subúrbio de Lisboa. O local muito simples, mas com um acervo judaico um dos mais ricos e importantes existente em Portugal, fiquei impressionado com os vários documentos guardado nesse local, junto com ricas peças e artigos judaicos e o que mais me chamou atenção foi ver os vários Sefrei Tora que existem nessa sinagoga, entre eles um sefer Tora todo queimado que foi tirado às pressas de uma das sinagogas em chamas na noite de cristal na Alemanha Nazista.

E eu estava lá recebendo o Shabat nesse pequeno e magico lugar cheio de história e mistérios. Toda cerimónia do Shabat regido por 2 mulheres de origem bnei Anussim, a emoção em mim era grande, e pensava que cada vez que venho à procura das heranças judaica em Portugal fico impressionado com o que encontro e agora o achado dessa pérola acolhedora que é a Sinagoga Ohel Jacob.

Não sou uma pessoa religiosa, mas os cânticos do Shabat da sinagoga Ohel Jacob penetraram profundamente na minha alma e me deixaram em estado de plenitude, paz e harmonia. No final do culto uma das anfitriãs de origem bnei anussim nos contou um pouco sobre a história da comunidade e no final faz uma estranha declaração! “Somos judeus Sefaradim de Portugal, mas o nosso judaísmo foi possivel graças aos asquenazim.”

Logo entendi que essa era a única sinagoga de Portugal aberta aos b’nei-anussim e isso foi possível graças ao trabalho feito pelo movimento progressista que tornou de forma oficial em 2016 a comunidade Ohel Jacob como parte integral do movimento European Union For Progressive Judaism (EUPJ) , tendo como orientação a Rabina Alona Lisitsa.

A comunidade de Ohel Jacob foi fundada em 1934 por judeus Asquenazim que fugiram da Europa nazista para Portugal, e muitos bnei anussim ajudaram esses imigrantes na absorção e adaptação na chegada a esse novo país, e muitos assim que puderam abandonaram Portugal à procura de tempos melhores principalmente na América.

Entre os muitos refugiados que passaram por Portugal na fuga da besta Nazista estava o Rabino Menachem Mendel Schneerson, que mais tarde viria a ser o famoso Rebbe de Lubavith.

Pouco se sabe sobre a estadia do Rebbe em Portugal, o que sabemos que partiu de Lisboa em 12 de Junho 1941 no navio Serpa Pinto para Nova Iorque.
No acervo do Rebbe existem notas para uma palestra, escritas durante a estadia em Portugal, sobre um texto bastante obscuro, tirado do tratado de Sanhedrim do Talmud, sobre a vinda do Messias: “O filho de David só virá quando procurarem um peixe para os doentes e nenhum será encontrado.”

A Sinagoga Ohel Jacob (“Tenda de Jacob”), desempenha hoje um papel especial de abertura e tolerância para todos os judeus de Portugal, em especial na integração dos judeus bnei Anussim ao seu direito legítimo ao retorno a vida nas comunidades judaica.

Shabat Shalom!!

Jayme Fucs

15 Junho 2018

Acessos: 40